Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

HISTORIAR N

«Para suportar a sua própria história, cada um acrescenta-lhe um pouco de lenda.» Marcel Jouhandeau

HISTORIAR N

«Para suportar a sua própria história, cada um acrescenta-lhe um pouco de lenda.» Marcel Jouhandeau

Contos e Lendas

 O MILAGRE DE OURIQUE

 
A Batalha de Ourique é um episódio simbólico para a monarquia portuguesa. Conta-se que nesse dia, D. Afonso Henriques foi pela primeira vez aclamado rei de Portugal,.Tudo aconteceu no dia 25 de Julho de 1139, no campo de Ourique .
Aí  se defrontaram o exército cristão e os cinco reis mouros de Sevilha, Badajoz, Elvas, Évora e Beja mais os seus guerreiros, que ocupavam o sul da península.
A lenda diz-nos que pouco antes da batalha, D. Afonso Henriques foi visitado por um velho homem,  que  já tinha visto em sonhos, que de forma enigmática, lhe anunciou  uma profética vitória contra os mouros. Para que tal acontecesse, o rei deveria, na noite seguinte, sair sozinho do acampamento, mal ouvisse a sineta da ermida onde o velho vivia. O cavaleiro assim fez, mas assim que deixou de avistar os seus homens, foi surpreendido por um raio de luz que progressivamente iluminou tudo em seu redor. Com dificuldade e aos poucos ,consegiu distiguir , por entre a imensa claridade, o Sinal da Cruz e a imagem de Cristo crucificado.
 
Emocionado, D. Afonso Henriques ajoelhou-se perante a voz do Senhor que nesse instante lhe prometeu a vitória naquela e em outras batalhas. Ao povo português reservava grandes desígnios e tarefas. 
Por intermédio do rei e dos seus descendentes, Deus fundaria um império através do qual o Seu Nome seria levado às nações mais estranhas.
 D. Afonso ainda a pensar no que lhe tinha acontecido regressou cheio de confiança ao acampamento .
No dia seguinte,os portugueses, em menor número mas contagiados pelo entusiasmo do seu rei, puseram os os mouros em fuga. perseguindo-os e matando-os.
Após tão milagrosa vitória, conforme reza a lenda, D. Afonso Henriques decidiu que a bandeira portuguesa passaria a ostentar cinco escudos ou quinas em cruz, representando os cinco reis vencidos e as cinco chagas de Cristo, carregadas com os trinta dinheiros de Judas.
Fonte : Lendas de Beja (adaptado)
 

 

1 comentário

Comentar post