Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

HISTORIAR N

«Para suportar a sua própria história, cada um acrescenta-lhe um pouco de lenda.» Marcel Jouhandeau

HISTORIAR N

«Para suportar a sua própria história, cada um acrescenta-lhe um pouco de lenda.» Marcel Jouhandeau

EFEMÉRIDE

No dia 16 de Agosto de 1900, morreu o escritor português Eça de Queiroz. Cem anos depois, o Portugal serôdio, chico-esperto, medíocre e paroquial, de que toda a sua obra nos fala não mudou assim tanto.

Ou Eça era um visionário, ou somos nós que não temos emenda. Mas se calhar, temos o que pedimos e merecemos. "Cromos" mais queirozianos que Sócrates, Cavaco, Jorge Coelho, Armando Vara, Valentim Loureiro e outros Isaltinos não há. E já nem falo da Milú, que para compor ainda mais o ramalhete é filha de um padre e tudo.

Só num país de tolos é que gente tão medíocre, arrivista e criminosa atingiria tanta notoriedade e proveito. Tudo em nome do serviço público, claro.

Infelizmente, o que na obra de Eça tresandava a comédia e a farsa, é para nós a tragédia que nos tolhe todos os dias...