Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

HISTORIAR N

«Para suportar a sua própria história, cada um acrescenta-lhe um pouco de lenda.» Marcel Jouhandeau

HISTORIAR N

«Para suportar a sua própria história, cada um acrescenta-lhe um pouco de lenda.» Marcel Jouhandeau

O PALEOLÍTICO

 

 
 
 
 O Período Paleolítico foi o mais longo período da nossa História. Tão longo que é dificil imaginar. Se toda a história da Humanidade pudesse ser resumida a um único ano, o Paleolítico ocuparia todo o tempo desde 1 de Janeiro até às ùltimas horas de 31 de Dezembro. Custa a crer que o homem tenha evoluído tão pouco, num período de tempo tão longo. Mas foi assim. Ou porque as condições naturais não permitiram uma evolução mais rápida, ou porque estavam tão bem adaptados e satisfeitos da vida que não quiseram simplesmente mudar.
Este período divide-se em duas partes: o Paleolítico Inferior (4,500.000 – 30.000 a.C.) e o Paleolítico Superior (30. 000 – 10. 000 a.C.)

Sabe-se que a temperatura era fria. O Homem vivia na chamada Idade do Gelo, o que obrigava as populações a permanecerem quase sempre dentro de cavernas. Nâo dominavam as  técnicas de cultivo e da  criação de animais. Sobreviviam à custa da pesca, caça e recolha de frutos. Isto impediu a sedentarização ( fixação ) dos primeiros grupos humanos, que se deslocavam constantemente à procura de alimento.
O Homem, fisicamente fraco, fez-se mentalmente forte, pois só assim podia sobreviver às feras e às duras condições naturais da época. Da necessidade nascia o engenho.
 
Neste período várias glaciações cobriram de gelo a Terra. O alimento faltava, muitas vezes por longos períodos. Era preciso ir à sua procura e lutar por ele. Os Ursos,  Mamutes,  Auroques e outros animais fabulosos eram ao mesmo tempo os seus rivais e as suas presas. Era preciso comer. Os agasalhos que as peles dos animais forneciam eram cosidos com sovelas de osso pelas mulheres que, juntamente com as crianças, colhiam os frutos e bagas que completavam a sua alimentação. O trabalho começava a especializar-se.
 Ainda assim, sobretudo na parte final, houve períodos de abundância de peixe, caça, frutos e água.
Uma das mais significativas descobertas dessa época, há 50.000 anos, foi o domínio do fogo.
Os primeiros homens a utilizarem-no viviam na parte oriental de África. Essa descoberta ofereceu maior autonomia ao homem face à Natureza .O fogo aquecia as grutas, cozinhava os alimentos e mantinha afastadas as feras.
Os instrumentos domésticos e de caça eram feitos de pedras, ossos, madeira e marfim. A prática de lascar a pedra para obter utensílios variados serviu para dar a este período a designação de  “Idade da Pedra Lascada”.Os bifaces eram os canivetes suiços do Paleilítico.
Com eles, quase tudo era possível. Caçar, pescar, cortar, perfurar ,rasgar, raspar...O fogo descoberto muito depois faria o resto
Há 30.000 anos atrás, o nosso antepassado mais directo, o autor das pinturas rupestres, das antas e menhires, o Homo-Sapiens surgia em África. Daí, pelo estreito de Gibraltar e pelo oriente, colonizaram toda a Europa, substituindo o Homem de Neandertal como género dominante.
Este ,que por toda a Europa,tinha acabado com os dias do Homo-Erectus, encontraria refúgio na Península Ibérica, até há 25000 anos, altura em que sob constante pressão por parte do Homo-Sapiens, acabou por se extinguir.
A Matança e o " festim " já tinham  entretanto começado com os sucessivos massacres de que foram alvo algumas espécies animais, também elas extintas pela voragem do Homo-Sapiens.A sua astúcia e superior organização impuseram-se por todo o lado.
 As coisas começavam verdadeiramente a a mexer. E nunca saberemos se para melhor ...O Homo-Sapiens tornava-se na espécie dominante do planeta. E ainda o é...
Entretanto há  20 mil anos, as sociedades humanas  tinham  já acumulado muitos
conhecimentos.
   
Os homens pré-históricos organizavam-se em clãs, eram hábeis caçadores, e já distinguiam  as plantas mais indicadas para  serem consumidas pelas comunidades e para tratarem os seus males. Novos instrumentos passaram a ser feitos e o trabalho de transformação das pedras ganhou maior eficácia. Sobretudo as armas. Machados, pontas de flechas,  lanças,propulsores arpões, anzóis, mas também furadores,raspadores,sovelas  e outros utensílios. As técnicas de caça também melhoraram muito e o alimento era agora em abundância.
   
Havia finalmente tempo para pensar.
 As primeiras manifestações religiosas começaram a desenvolver-se nesta altura, e com elas surgiram também as primeiras divindades ligadas ao culto da fertilidade da mãe-natureza.
Tal como a arte gravada, pintada ou esculpida. Sempre na rocha. O melhor material da época.

Seguir-se-ia a descoberta da agricultura e da domesticação dos animais, que deram início a um novo período - O Neolitico.

O Paleolítico
View SlideShare presentation or Upload your own.