Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

HISTORIAR N

«Para suportar a sua própria história, cada um acrescenta-lhe um pouco de lenda.» Marcel Jouhandeau

HISTORIAR N

«Para suportar a sua própria história, cada um acrescenta-lhe um pouco de lenda.» Marcel Jouhandeau

EFEMÉRIDE

 

No dia 26 de Maio de1828, um estranho rapaz com quinze anos de idade, mais tarde baptizado como Kasper Hauser, foi encontrado numa praça de Nurenberg. Tendo desde sempre vivido enjaulado, sem se saber porquê e por quem, Kasper Hauser privado da fala e de qualquer noção de convivência e relacionamento social, foi desde logo visto como a materialização e comprovação da Teoria do “ Bom Selvagem” defendida por Jean-Jacques Rousseau para demonstrar a pureza original do homem, que a civilização teria progressivamente inquinado. O mal, em todas as suas manifestações, não era mais do que o preço a pagar por uma “ boa educação.” Abandonado e completamente só num mundo que não conhecia e muito menos compreendia, Kasper Hauser beneficiou da curiosidade científica da época e, pouco depois de recolhido, alimentado e convenientemente educado aprendeu a falar e a comunicar de acordo com os exigentes padrões da época e, não menos surpreendentemente, desenvolveu uma notável sensibilidade e destreza a nível musical. Não suportava o vinho nem a carne por ter sido alimentado a água e pão. O que aos olhos dos cientistas da época era mais uma prova da primordial inocência e pureza do homem, criado à imagem de Deus.
Tudo isto aconteceu no espaço de seis anos. Kasper Hauser acabou por morrer esfaqueado. A motivação e autoria do crime permanecem desconhecidas.